Menu Fechar

As tradições

O 7.º C, na disciplina de Língua Portuguesa, trabalhou diversos tipos de textos da literatura oral tradicional:

– Conto Tradicional;
– Provérbio;
– Lengalenga;
– Adivinha;
– Quadra Popular;
– Lenda;
– Fábula.
Em articulação com Educação Visual, produziram uma banda desenhada colectiva, onde recriaram o conto “O Caldo da Pedra”. Em Área de Projecto, pesquisaram contos populares e elaboram apresentações em Powerpoint sobre textos da literatura oral tradicional, onde é focado o tema da alimentação. Em Educação Musical, recolheram músicas tradicionais, ensaiaram-nas e apresentaram-nas na Biblioteca Escolar, dia 20 de Maio, Quinta-feira, pelas 9.55h.
A Equipa da Biblioteca Escolar

"Dá-me Música"

Mais uma vez, a nossa escola esteve representada na iniciativa promovida pela Câmara Municipal do Seixal, subordinada ao tema “Dá-me Música”, que decorreu no Forum da Biblioteca do Seixal, no dia 14 de Maio. Este ano, o Samuel Schumacher, do 5ºG, foi o nosso digno representante.
A iniciativa reuniu várias escolas Básicas e Secundárias do Concelho em torno da Rádio. Os participantes tiveram de fazer a apresentação de um programa de rádio ao vivo, cujo tema este ano foi: “Representações”.
Durante 15minutos, o Samuel apresentou um guião onde, além de excertos musicais alusivos ao tema, não faltaram notícias, recomendações de leitura e um breve texto sobre a importância da música nas diferentes manifestações artísticas.
Parabéns ao Samuel!
Guilhermina Branco – Coordenadora do Núcleo “Rádio ao desafio”

Depositrão amigo!

Caros membros da comunidade educativa,
Muitas vezes, quando um electrodoméstico deixa de funcionar e já não tem arranjo, é difícil saber o que fazer com ele.
Sabiam que na nossa Escola vai estar colocado um depositrão de 1 de Maio até ao final do mês de Junho ?
Sabiam que este serve para depositar material eléctrico que já não funciona?
Sabiam todos os materiais colocado no depositrão são reciclados?
Contribuam, então, com todo o material eléctrico inútil, que apenas ocupa um espaço precioso nas vossas casas.
A Escola e o Mundo agradecem.
O Conselho Eco-Escolas

Escola celebra a "Madrugada da Esperança"

As disciplinas de História e Geografia de Portugal e História organizaram uma interessante exposição, para que a nova geração conheça como se vivia em Portugal durante a Ditadura de Salazar e não esqueça os acontecimentos relacionados com o 25 de Abril de 1974.
Os alunos efectuaram pesquisas sobre os governantes do Estado Novo, a Guerra Colonial, a imprensa e a censura, o 25 de Abril de 1974 e algumas manifestações artísticas a ele ligadas, nomeadamente ao nível da canção. Dessa pesquisa resultaram cartazes bastante curiosos.
Dentro da Biblioteca Escolar teve lugar a exposição “O Livro no Estado Novo”, actividade desenvolvida em articulação curricular com a Biblioteca Escolar. Foram expostos alguns materiais relativos ao Estado Novo, entre os quais se destacavam manuais escolares e cadernos diários da época salazarista.
Realizou-se, também, um encontro com antigos combatentes da Guerra Colonial, ao qual assistiram representantes de todas as turmas da escola, do 5º ao 9º ano, que ficaram impressionados com as histórias relatadas por eles.
A equipa da BE felicita todos os que participaram nesta importante iniciativa. Afinal, não podemos nem devemos esquecer aqueles que participaram nos momentos mais importantes da nossa História.

Alunos do 9.º ano pintam Grandes Mestres

Através de uma iniciativa realizada em articulação com as disciplinas de História, Técnicas de Expressão Plástica e a Biblioteca Escolar, vimos os nossos alunos do 9ºA e do 9ºC transformarem-se em grandes artistas.
Assim, primeiramente observaram e analisaram diversas obras de pintores de diferentes correntes artísticas. Em seguida, cada aluno seleccionou uma pintura e, inspirado nela, criou uma nova obra, utilizando a técnica do pastel de óleo, canetas de feltro e tinta acrílica.
O produto final de tanta arte será a imagem personalizada dos tapetes para ratos dos computadores da nossa Biblioteca Escolar.
Podemos observar todo o seu talento na exposição que se encontra patente no átrio da Biblioteca Escolar e no filme que aqui se apresenta.
A Equipa da Biblioteca Escolar

Escritor Augusto Carlos – O homem que faz perguntas à vida

Na quinta-feira, dia 15 de Março, a nossa Biblioteca Escolar teve a honra de receber o escritor Augusto Carlos, que esteve a conversar com alunos das turmas de 6º ano. Anteriormente, estes estudaram a obra O flamingo da asa quebrada, pelo que já tinham tido contacto com a sua escrita envolvente. Nesse encontro, depararam-se com um homem fascinante, excelente contador de histórias, que respondeu com simpatia a todas as perguntas que os alunos traziam. O escritor louvou a plateia, referindo que estava muito satisfeito por estar perante jovens tão curiosos e que tinham preparado tão bem este encontro.
Os trabalhos dos alunos do 6º ano foram muito elogiados, assim como as aguarelas elaboradas pela turma do 8ªA, de temática africana (máscaras e paisagens), remetendo para as origens deste escritor: Moçambique.
Todas as suas palavras foram marcantes, destacando-se a explicação sobre a razão pela qual escreveu o livro O flamingo da asa quebrada. Segundo ele, terá contactado com uma ave destas quando esteve hospedado num hotel da República Dominicana. Teve pena de ver o bicho sozinho, sem companheiros, tratando-se de uma ave que gosta de andar em bando. A partir daí, o bicho nunca mais “largou” os seus pensamentos; “levantava-se e deitava-se” com ele, até ao dia em que o colocou no papel.
Sobre o seu “segredo” para escrever, disse que é tarefa fácil. Basta ter uma caneta e um papel ou um computador. Depois é só estar atento, viajar e estar constantemente a fazer perguntas à vida e procurar as respostas. Fica feliz quando obtém uma resposta, mas as perguntas nunca cessam.
Adorámos conhecê-lo. Ficamos à espera das próximas “respostas” da vida!
A Equipa da Biblioteca Escolar

Novamente à descoberta de terras de Espanha!

Quem passasse pela nossa escola, no dia 27 de Março, por volta das seis horas da manhã, veria um grupo de alunos muito entusiasmados, a despedir-se da família com beijos rápidos. Os nossos alunos de 9º ano partiam rumo à sua viagem de finalistas…
Mais uma vez, a região de Barcelona foi a escolhida para realizar este saudável convívio entre turmas e professores acompanhantes. Este ano, participaram os nonos A, B e D e acompanharam-nos os professores António Barreiras, Isabel Alcântara, Vanda Barreiras e a assistente técnica Clara Pires.
Durante esta viagem, os alunos tiveram oportunidade de visitar as cidades de Barcelona, de Tarragona e ficaram instalados em Salou.
De todas as actividades realizadas, a eleita é, sem dúvida, a visita de dois dias ao PortAventura, um radical parque de diversões, onde puderam descarregar toda a sua adrenalina.
Como apontamento final, fica a ideia de que a nossa escola foi muito bem representada por estes alunos, que tiveram um comportamento impecável e mostraram-se sempre muito simpáticos e divertidos.
Ficamos à espera dos próximos finalistas!!!
A Equipa da Biblioteca Escolar

Requisição domiciliária

Informamos os nossos leitores que no passado dia 31 de Março terminou o Plano de Contingência da Gripe A.
Assim, a Biblioteca Escolar tem o enorme prazer de anunciar que voltou a ser possível proceder à Requisição Domiciliária, ou seja, já podem requisitar livros da BE para ler em casa.
Recordamos que as requisições são válidas por um período de três dias, findos os quais, os leitores podem proceder à sua renovação.
Boas leituras!
A Equipa da Biblioteca Escolar
rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide